Jornalismo de dados e o dinheiro europeu

12out11

A máfia italiana beneficiava-se de recursos da União Europeia. Empresas espanholas investigadas por crimes também recebiam dinheiro europeu.

Como foi possível descobrir estas e outras histórias?

Numa parceria entre Financial Times e Bureau of Investigative Journalism, uma equipe de jornalistas, pesquisadores e programadores debruçou-se durante 8 meses sobre dados relativos a 347 bilhões de euros dos chamados  “Fundos Estruturantes“, que em tese servem para reduzir as desigualdades no Velho Continente (a propósito, grandes empresas, como Danone e Siemens, também recebiam irregularmente esses recursos).

Além de reportagens mostrando o destino dos Fundos Estruturantes, a parceria gerou uma base de dados, que pode ser consultada no site do FT.

A interface é bastante simples, e os dados podem ser recolhidos no formato XLS.

O projeto venceu o Thompson Reuters Award for Reporting Europe e foi finalista do Investigative Reporters and Editors Award em 2011.

Quando teremos esse ecossistema no Brasil?



No Responses Yet to “Jornalismo de dados e o dinheiro europeu”

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: